polacodabarreirinha

Poesia, música, gracinhas e traquinagens

quarta-feira, setembro 24, 2008


mesmo num canto abandonado
todo quebrado
não tenho nada de pobre coitado

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial