polacodabarreirinha

Poesia, música, gracinhas e traquinagens

quinta-feira, novembro 20, 2008




aberto para balanço


a vida é mesmo assim:
um cochilo entre a paz e revolta

nunca quis nada pra mim
mas as coisas foram se acumulando
à minha volta

nem meu desapego total à matéria
garantiu-me a integridade da miséria

amigos vão e vêm
os que não me levam à falência
me trazem a opulência

o fiel balança entre o mal e o bem

thadeu w




0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial