polacodabarreirinha

Poesia, música, gracinhas e traquinagens

quarta-feira, novembro 26, 2008




TAO


Nenhum, onde estava ele.
Fotos, filmes, fiapos de conversa,
só a saudade não cessa.
Ele é cada vez mais aquele.

Aquele que aquela vez
disse aquilo meio assim
pois tinha mais o que fazer
do que ter começo meio fim.


thadeu w

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial