polacodabarreirinha

Poesia, música, gracinhas e traquinagens

segunda-feira, novembro 24, 2008


terra nostra



Fora essa estrelinha apagada,
Acho que não temos mais nada
E ela está toda suja e devastada
Ela é nossa casa, nossa única casa
E olhe só o estado da coitada.





Bertold Brecht (Alemanha, 1898-1956)

Tradução de Thadeu W e Roberto Prado


0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial