polacodabarreirinha

Poesia, música, gracinhas e traquinagens

quarta-feira, julho 02, 2008

Carajás, Sérgio Viralobos, Thadeu, Renato e Rodrigão,
amigos da Real Sociedade Protetora de
Guardadores de Vaca e Comedores de Ranho.



Guardador de Vácuo



A verdade é que amanheci mudo,
Sem assunto, sem uma idéia clara,
Nada para explorar no velho mundo,
E nem mesmo um caminho a seguir para...

Nada de nada e o cérebro pára?
Ouvir isso é melhor do que ser surdo?
Olhei pro meu rosto e fiquei de cara,
Abri a porta da frente, e fui fundo.

Do lado de fora sempre acontece
A realidade que ninguém merece,
E, sem palavras, é ainda pior.

Mas me saiu esse soneto menor,
E, nele, esse minuto de silêncio
Transcorreu relativamente imenso!


Guardador de Vaca



3 Comentários:

Às 02 julho, 2008 , Blogger Renato disse...

Esta foto, se não me engano, é do Bira, certo?

 
Às 03 julho, 2008 , Anonymous Anônimo disse...

chicocoxabranca@blogspot.com
novo delírio no teste 320 da loteca

 
Às 04 julho, 2008 , Anonymous Anônimo disse...

sensacional tudo que aparece neste blog
a coluna do Dalton então...

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial