polacodabarreirinha

Poesia, música, gracinhas e traquinagens

quarta-feira, novembro 26, 2008



ódio mental


meu cérebro é um vulcão em erupção
coitados dos moradores da encosta
desci ao fundo do poço
pela corda amarrada na garganta

por comer entranha de caranguejo
meus miolos afundaram no lodo negro
de tanto pensar me dói a cachola
onde foi parar aquela boa idéia?

não dá pra disfarçar, sou gira
de vez em quando me amasio com uma psicopata
meu pescoço sustenta o coco oco
tenho que tirar o chapéu pros caçadores de cabeça


Thadeu W, Edilson Del Grossi,
Marcos Prado, Sérgio Viralobos




0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial