polacodabarreirinha

Poesia, música, gracinhas e traquinagens

quarta-feira, dezembro 10, 2008





epígrafe pra hoje


ontem perdi mais uma cara
agora já não há o que mascara
os ossos da face em fratura exposta
espelho meu, é meu crânio que me mostra
aquela pele que um dia me vestiu
se desprendeu como um refil
fiquei só, eu e minha carne viva
suportados pela musculatura esquiva
hoje faz tempo que não dou um close
nem vejo quem fui eu em meu próprio pôster
a vida desmaterializou a minha pose
não posso mais ser quem pensei que fosse


(thadeu w, sérgio viralobos, walmor e edilson)

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial