polacodabarreirinha

Poesia, música, gracinhas e traquinagens

quinta-feira, abril 20, 2006

Dias desses fui entrevistado no programa Enfoque da TV Educativa, via satélite para o mundo. É legal isso. Com a divulgação do meu email e endereço do blog, cresceram as visitas e as correspondências. Mas isso não tem importância. O que importa mesmo é o fato de eu não ter deixado escapar a oportunidade de apresentar a esse público 3 nomes que, ao que tudo indica, ainda vão dar o que falar: Alexandre França, Luiz Leprevost e Fernando Koproski. Na verdade, eles não são 3 são 4, porque cometi uma falha imperdoável ao me esquecer do talentosíssimo Ivan Justen (prometo, na próxima eu esqueço dos três e lembro só de você). Não sei se isso é relevante, mas eu me sinto na obrigação de falar das pessoas que de uma certa forma me abastecem, recarregam minhas pilhas. E principalmente dos novos que ainda não têm espaço na mídia para divulgar seus trabalhos. Agora o Leprevost, pra sorte nossa, está lá no Rio. E dia 23 de abril, às 19 h, na Livraria da Travessa – TRAVESSÃO – vai lançar seu livro de poemas ODE MUNDANA, numa grande festa regada a vinho e Funkeiras da Bunda Redonda. Você aí, é você mesmo, vai lá, pois é dia de São Jorge e pode pintar o dragão da tua vida. Eu ainda não sei se vou, mas o Chacal, Zoiúda, Roque, Saraiva, a Tia Leda, Cláudia, Peri, o Mário, o Loxas e o Xunda com certeza estarão lá. Ô, Chacal, dá um toque no chacalog. A poesia do rapaz pega na veia. Bom, é isso aí. Tchau e bênção, do polaco da barreirinha.

6 Comentários:

Às 20 abril, 2006 , Anonymous _Maga disse...

É... em geral é o que eu faço: começo a ler um outro livro. Mas isso em si não encerra a questão... veja o que eu escrevi no blog outro dia (desculpe pela invasão):

"Alguém ai, por favor, me diga: o que fazer quando terminamos um livro?
O que fazer com esse vazio que fica? Com essa sede de vida?
Com todo o saber que se desvelou frente aos nossos olhos curiosos dançando no compasso das linhas e entrelinhas das palavras exatas deste livro.... Que faber com essa sapiência livresca?
Que fazer com essa vontade absurda de ler mais?
Que fazer com o medo de começar a ler outro livro?
Tanto pior se o livro era bom... muito bom!
Ai fica o medo de macular esse êxtase que o livro findo encerrou em nós com uma leitura qualquer...
Nada mais parece digno de ser feito quando terminamos de ler um livro, um bom livro.
Que fazer com essa angustia?
Alguém ai, por favor, me diga: o que fazer quando terminamos um livro?"

Livro é algo magico demais... me encanta por completo

Um beijo Marcela Ortolan

Ps.: Estou com um pouquinho de pressa mais tarde eu comento teu texto, bjo

 
Às 20 abril, 2006 , Blogger polacodabarreirinha disse...

Ô, Marcela, encantamento, aprendizado, crescimento, alegria, tristeza, enfim, tudo que um bom livro é capaz de postar em nossa alma, intelecto, coração, ou seja lá o que for, se adere, pelo menos em mim, a todo meu ser. Daí a alegria ao terminar um e poder começar outro, quiçá, melhor ainda.
Se não para ler, para escrever!
Thadeu

 
Às 20 abril, 2006 , Blogger Jorge Ferreira disse...

to contigo Thadeu...o lance 'e nao parar. Eu, nao sinto esse vazio do qual a maga fala...na verdade, quando termino um livro...estou cheio dele, repleto dele...O livro fica circulando em mim...at'e que se assente...dando espaco pra outra leitura...abraco

 
Às 20 abril, 2006 , Blogger E.R.L. disse...

Luís Filipe Cristóvão luisfilipecristovao@gmail.com wrote:
Date: Wed, 19 Apr 2006 16:40:05 0100
From: Luís Filipe Cristóvão luisfilipecristovao@gmail.com
To: luis.cristovao@atv.pt
Subject: Sítio 3


Olá!

Estamos a preparar o n.º 3 da Revista Literária Sítio e procuramos colaboradores para este número. A revista tem publicado autores de diversos países (Portugal, Brasil, Espanha, Argentina, Roménia) e espera poder continuar a alargar o seu mapa de colaboradores. Assim, para além de esperarmos que possa colaborar com um texto, peço-vos também que divulguem este e-mail para os vossos contactos.

Os trabalhos pretendidos são:

- Poesia
- Conto
- Crónica
- Ensaio

(num máximo de 5 páginas word)

- Fotografias
- Desenhos
- Ilustrações

( em formato .tiff ou .jpeg, a preto e branco, com um mínimo de 300 dpi para qualidade de impressão)


Os trabalhos deverão ser enviados para luis.cristovao@atv.pt ou luisfilipecristovao@gmail.com junto com uma pequena nota biográfica.

A data limite para a entrega de trabalhos para este número é dia 1 de Maio de 2006.

 
Às 21 abril, 2006 , Blogger polacodabarreirinha disse...

Legal, Estrela. Aí, fios de puti, vamos se coçar e passar os textos até 31/04, que dia primeiro é dia do trabalho vermelho na folhinha.

 
Às 21 abril, 2006 , Blogger _Maga disse...

Obrigada pelas respostas Jorge e Thadeu ;)

A grande verdade é que apesar da angustia eu começo outro livro assim que posso (a ler, afinal escrever não é o meu forte rs)... livros é uma coisa boa demais...

Bom, não pude deixar de rir ao ler sua colocação sobre o amor "o único assunto que interessa a todo mundo"... Não acho que seja o unico, mas em materia de poesia é o que mais faz sucesso, com certeza!!! :)

Alias... seus poemas sobre o assunto são absurdamente bons... adorei! Obrigada por compartilhar trechos do livro conosco...

Beijo

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial