polacodabarreirinha

Poesia, música, gracinhas e traquinagens

segunda-feira, fevereiro 16, 2009




SANGUE É TINTA PRA ESCREVER

olhei pra cara do Marcos Prado
no blog de um outro poeta mano
aquilo não é cara que se cheire
tristeza demais pra ser só dele

melhor então nem escrever
se for só pra, como ele, se foder
um poeta que se bebeu
que naquele bar nunca seja eu

mas olhei bem nos olhos do cão
e percebi que a vida não é em vão
antes morrer de extrema ternura
que viver pra sempre de literatura


Comedor de Ranho


2 Comentários:

Às 16 fevereiro, 2009 , Anonymous Anônimo disse...

quem sabe substituir literatura por carência (penúria).

"mas olhei bem nos olhos do cão
e percebi que a vida não é em vão
antes morrer de extrema ternura
que viver pra sempre na penúria"

apenas um pitaco no poema alheio.

abs,

 
Às 17 fevereiro, 2009 , Anonymous todo mundo disse...

troço bobo, muda completamente o sentido

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial