polacodabarreirinha

Poesia, música, gracinhas e traquinagens

sexta-feira, fevereiro 10, 2006


Sobre a interessante reação das senhoras
a um poema


Batista, entrou sem ser convidado
No sarau com chás, bolachas e alguns maridos
Terno amassado com cheiro de brechó
Camisa bege encardida
Recusou o chá, procurou vinho
E como está acostumado a achar espaços
Em ônibus lotados
Foi fácil subir no palco
Com a voz beirando o grito
Iniciou o poema
-A puta!
Soou como sirene com cárie
Olhos voltaram-se, como girrasóis raivosos
Para a palavra
Tão vermelha que manchou de rubro a face das senhoras
E o constrangimento se manteve
Até o arremate de Batista
- A puta, de Carlos Drummond de Andrade
Alívio entre as senhoras, sorrisos, e mesmo aplausos
É Batista confirma-se a tese
Que o maldito está no poeta
E não na poesia
Tuas doces poesias são consideradas malditas
Só porque não lava as mãos antes de fazê-las.


Solivan Brugnara

9 Comentários:

Às 10 fevereiro, 2006 , Anonymous Anônimo disse...

Puta que pariu!!!!
quem é esse maluco!!!

Ruga

 
Às 10 fevereiro, 2006 , Anonymous Anônimo disse...

esse é grande batista de palmasola , paspa...


Rodrigo

 
Às 10 fevereiro, 2006 , Blogger Ivan disse...

E não se esqueçam:

se acharem alguma mulher muito peluda, é só levar para o

Batista de Pilar...

 
Às 10 fevereiro, 2006 , Anonymous Anônimo disse...

Certeiro como um raio.

BB

 
Às 10 fevereiro, 2006 , Anonymous Anônimo disse...

Muito bom o poema. Quem é esse Solivan?

Ivan Mesquita

 
Às 11 fevereiro, 2006 , Blogger polacodabarreirinha disse...

É um poeta de Quedas do Iguaçu. O cara vai lançar um livro muito em breve. Eu estou esperando meu computador sair do conserto para terminar a revisão e fazer a apresentação. Acho que já estou atrasado. Mas merdas acontecem.

Abração

Thadeu

 
Às 11 fevereiro, 2006 , Blogger claudiabecker disse...

O Batista é O CARA!

 
Às 13 fevereiro, 2006 , Blogger carlos careqa disse...

o Batista é o nosso Cordeiro Imolado.
O Batista é o precessor.
O Batista é aquele que anuncia a boa nova.
O Batista faz parte de uma minoria bem pequena, quase invisível ao olho nú!
O Batista é o Batista e ponto final.

 
Às 14 fevereiro, 2006 , Anonymous Anônimo disse...

Gostei do poema do Solivan (isso é nome?), tem classe.


Araca

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial