polacodabarreirinha

Poesia, música, gracinhas e traquinagens

quinta-feira, outubro 02, 2008


Rapunzel

Rapunzel
Soltava pum
Numa torre que chegava ao céu
Até que veio um cara
Malandro pra caralho
Passou-lhe a vara
E deu um talho no rabo de cavalo
Vendeu a cabelada toda
Pruma rainha e que se foda
Com a grana ficaram trepando
6 meses num motel
Ela acabou engravidando
Tendo várias filhas gêmeas de nome Rapunzel
Umas foram pro convento
Outras, pro bordel
As que casaram e entregaram o coração
Estão até hoje discutindo a relação


Comedor de Ranho

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial